Conheça o bem e o mal

“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.” (Gênesis 3:4,5)

A serpente atraiu Eva com a possibilidade de “ser como Deus”, de conhecer o bem e o mal.

O que no mundo hoje nos permite saber de tudo?

O que na velocidade de um falcão-peregrino (considerado o animal mais veloz do mundo) nos deixa saber todas as respostas de uma questão científica?

O que nos ensina coisas do tipo “faça vocês mesmo”; “cortar seu cabelo em casa?”; “como fazer isso…?”; “como fazer aquilo…?”; “como ser mais inteligente?”; “como ser mais tolerante?”… as perguntas são infinitas e as respostas mais ainda.

Tudo isso nos é possibilitado por meio da internet. Com ela podemos ser mais espertos, mais sábios, mais, mais, mais…!

A chance do nosso conhecimento se expandir com a internet é imensa, mas será que nos tornamos como Deus?

“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.” (Gênesis 3:6,7)

Comer do fruto proibido fez com que Adão e Eva perdessem a pureza, e sim a internet faz o mesmo conosco, se não tivermos o devido cuidado ao usá-la.

Por isso, começamos hoje a série “Internet: O fruto proibido do século XXI”, para aprendermos mais como usar essa ferramenta sem mancharmos a nossa alma.

Colaborou: Rayane Araujo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *