Permanecer

Olá caro leitor (a), você já deve ter lido muitas vezes os versículos abaixo, porém já reparou que a palavra “permanecer” Jesus repete 12 VEZES?

Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim.

Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas.

Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito.

Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.

Como o Pai me amou, assim também eu vos amei; permanecei no meu amor.

Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.

Estas coisas vos tenho dito, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.”

Creio, que Jesus repete tantas vezes a palavra “permanecer” para nos chamar a atenção sobre a importância de ficarmos em comunhão com Ele.

Permanecer em comunhão com Deus garante a razão da nossa existência: produzir frutos.

Um ramo não pode ter vida longe do tronco, e, consequentemente, não pode frutificar. Assim se perde a função para qual foi criado, só resta ser jogado no lixo ou ser combustível para o fogo.

O Senhor Jesus, a Videira, Se entristece e sofre ao perder um ramo, mas continua Onipotente e Inabalável sem ele.

Em contrapartida, o que é o frágil ramo sem a Videira? Deus sem o homem continua sendo Deus, e nós sem Ele, o que somos?

Medite nisso, seja abençoado!😉

Por Gabriel Santos – gabrielsilva@filhosuniversal.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *