“Abel, filho de Salatiel, e os seus parentes construíram o altar do Deus de Israel, para oferecer sobre ele os sacrifícios que manda a Lei de Moisés, homem de Deus. Mesmo tendo medo da gente daquela região, eles construíram de novo o altar no lugar em que ele estava antes. Então começaram a oferecer sacrifícios sobre ele todas as manhãs e todas as tardes. Além disso, comemoraram a Festa das Barracas de acordo com a Lei de Moisés, oferecendo cada dia os sacrifícios ordenados para aquele dia. (Esdras 3-2,3,4)

Existem três tipos de sacrifício, mas primeiro quero dizer o que é sacrifício.

Sacrifício é aquilo que dói, é aquilo que você sente, o que realmente está dentro do seu coração e você oferece a Deus. É quando você nega sua própria vontade para fazer a Dele.

O primeiro tipo de sacrifício é o que devemos fazer dia após dia. Neste nós negamos nossas próprias vontades, pois a cada segundo temos que fazer uma escolha, a cada minuto temos que decidir se queremos andar ou não, levantar da cama ou não. Escolhemos dizer um obrigado, ser educado, ter caráter, e também temos que decidir se vamos agradar a Deus ou não.

O segundo tipo de sacrifício é o que fazemos na época da Fogueira Santa, na época em que subimos no Altar, esse também dói.

E como diz na Bíblia o terceiro tipo de sacrifício é como um extra, é uma coisa que fazemos a mais para Deus, já seria uma coisa normal, para você que quer agradar a Deus, obedecer a vontade Dele, ler a Bíblia, orar, jejuar etc, mas o sacrifício extra seria você fazer algo além do seu limite, algo que realmente vai chamar a atenção de Deus.

Se o sacrifício não dói em você não vai chamar atenção de Deus.

Sim, o sacrifício sempre vai ser dolorido sempre vai ter que derramar sangue (espiritualmente falando), mas no final você terá vitória.

Se você quer mais de Deus, faça mais para Ele. Chame Sua atenção, vá além do terceiro sacrifício.

Por Jaqueline Aragão

2 Comentários

  1. Realmente, o sacrifício por mais doloroso que seja é o melhor a se fazer, pois com ele conquistamos aquilo que queríamos e muito mais, porque Deus não dá só o que pedimos, mas vai muito além. Por isso sempre temos que nos entregar sem medidas.

  2. Realmente, o sacrifício por mais doloroso que seja é o melhor a se fazer, pois com ele conquistamos aquilo que queríamos e muito mais, porque Deus não dá só o que pedimos, mas vai muito além. Por isso sempre temos que nos entregar sem medidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here