Muitos pensam que por sermos filhos de pastores não passamos por lutas, dificuldades e problemas.

Mas a verdade é que não adianta carregarmos o título de filhos de homens de Deus, não adianta sabermos que o Senhor dos nossos pais  é grande e salva, se pessoalmente não tivermos um encontro com Ele.

Jacó carregava o título de neto de Abraão, mas enquanto  não abriu mão disso não pode conhecer a Deus.

Vamos conhecer agora a história de Stephanie, que antes carregava o rótulo apenas de filha de pastor, mas hoje, carrega o de filha de Deus.

“Nasci e cresci na igreja, ouvindo a palavra de Deus e tendo pais que viviam na fé. Porém, dos 10 aos 14 anos vivi uma vida totalmente errada.

Era vazia, e tentava preencher este vazio com as coisas terrenas. Me envolvi com amizades erradas e através da influência delas fui conhecer o mundo, me envolvendo com rapazes, usando droga, e me tornando uma pessoa  complexada.

Eu me mutilava, tinha pensamentos de suicídio e tentei me matar, pois pensava que aquilo seria a melhor escolha. Eu achava que a minha morte  causaria alívio para os meus pais, porque eles não teriam mais problemas comigo.

Estava vivendo uma vida colorida em alguns  momentos, porém, na verdade, eu era uma pessoa depressiva e quando chegava em casa me transforma, ao ponto de ficar trancada no meu quarto chorando.

Toda essa situação fez com que eu não tivesse uma boa convivêcia com os meus pais, morando com eles na mesma casa, mas vivendo como se  não existissem.

Eu vivia destruída por não querer me entregar, pois sabia da Verdade.
Tive que chegar no fundo do poço, para  despertar e me entregar a Deus.

Larguei todas as coisas erradas, e dei o primeiro passo, que foi o  batismo nas águas, querendo realmente ser uma nova criatura.

Depois tive o meu encontro com Deus, e meu batismo com o Espírito Santo.

Deus transforma a vida daqueles que realmente se entregam a Ele e são sinceros, e foi o que aconteceu comigo.

Eu não preciso mais do mundo “colorido” para ser feliz, eu tenho a verdadeira paz dentro de mim, hoje eu sou feliz e tenho vontade de viver a cada dia mais para glorificar o nome do Senhor.

Hoje os meus pais são meu melhores amigos e vivo a mesma fé que eles.

Posso dizer que encontrei a verdadeira felicidade, paz, amor e alegria que só o Senhor Jesus pode nos dar.

Tenho 18 anos e com minha vida está  completamente transformada.

Assim como eu recebi e testifico, você também pode testificar dessa grande maravilha.

Deus abençoe!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here