E Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu.
E os filhos lutavam dentro dela; então disse: Se assim é, por que sou eu assim?

E foi perguntar ao Senhor. E o Senhor lhe disse: Duas nações há no teu ventre, e dois povos se dividirão das tuas entranhas, e um povo será mais forte do que o outro povo, e o maior servirá ao menor. (Gêneses 25;21-23)

Temos dois tipos de filhos: Jacó e Esaú.

Obediente x desobediente
Trabalhador x preguiçoso
Temente x sem temor
Fraco x forte

Quem ou o quê determina quem é o fraco ou forte?

São as nossas escolhas!

O direito de primogenitura era mais importante do que toda herança do pai. Significava assumir autoridade, pois o filho seria o sucessor dele na família. Jacó tinha consciência do valor dessa benção, que era sinal da Aliança de Deus com seus pais, por isso a perseguiu até obtê-la. Esaú fez o oposto: não deu importância a esse direito e o desprezou.

“E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura.” (Hebreus 12:16)

Ele trocou o que era eterno pelos prazeres momentâneos. Isto é, rejeitou a própria Salvação e não conseguiu recuperá-la, pois não se arrependeu.

Todos os salvos são primogênitos de Deus por intermédio do Senhor Jesus e são igualmente preciosos para Ele. Nenhum é melhor que o outro. Todos recebem a mesma benção como herança.

Jacó lutou até trocar de identidade e ter uma vida nova se tornando a própria benção, assim como seu vô Abraão e seu pai Isaque.

Servir a Deus não é uma obrigação e sim um privilégio!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here