No meio de morte, lágrimas, tristeza e dor os integrantes dos Filhos Universal levaram vida, esperança e paz a mais de 10.000 pessoas em todo o Brasil.

Eles foram as portas dos cemitérios para mostrar àqueles que perderam um ente querido que existe uma forma da dor cessar e de continuar a vida, mesmo em meio ao luto.

Falaram para mães, esposas, filhos, irmãos, amigos etc que existe uma forma de curar a dor que sentem.

Através da palavra de Deus e de um sorriso sincero e agradável, os Filhos Universal mostraram que Jesus pode sarar todas as feridas e cessar a dor da perda.

Milhares de pessoas que se sentiam só e não viam razões para continuar descobriram que através da Fé e da Palavra de Deus podem recomeçar.

Abaixo segue a experiência de alguns filhos que participaram da ação:

“Me marcou bastante uma senhorinha que estava sozinha. Ao abordá-la vi que ela estava chorando, e com lágrimas no olhos, me disse disse que o primeiro sorriso que ela viu no dia foi o meu. Agradeceu o gesto me abraçando e dando um beijo em meu rosto. Eu sei o quanto isso foi importante pra ela, mas posso afirmar que sua reação também foi muito importante pra mim. Me mostrou o quanto eu posso ajudar com atitudes simples. Com pouco esforço, uma alma pode ser salva.” – Lucas Silva

“Este dia foi muito marcante pra mim, pois evangelizar as pessoas que estavam visitando seus entes queridos que morreram e tirar um sorriso delas foi algo muito significativo.” – Isaque Marinho

“Foi uma experiência incrível ver pessoas que estavam tristes e abatidas sorrirem e pedirem oração. Tenho certeza que muitas foram alcançadas, pois num momento tão doloroso um AMIGO é sempre bem vindo.” – Joel Santos

“A evangelização no cemitério tornou o meu feriado mais proveitoso do que se eu estivesse ficado em casa. Muitas pessoas saíram de seus lares com o pensamento de que ao visitar o túmulo de um ente querido iriam ter alívio para a sua dor, e se depararam com a mão de um amigo estendida, com uma palavra. Foram gestos simples, mas que com toda a certeza fizeram a diferença na vida de cada uma delas. Levamos o verdadeiro consolo, que o é Espírito Santo.” Josiane Silva

Um dia marcante para mim, não imaginaria ter a receptividade que tive. Ficará marcado, as cenas de pessoas com semblantes amargurados, pois muitos em um dia como esse, relembram a dor da saudades, da perda de alguém. Ao entregar os cartões do Um Amigo, não poderia imaginar que as lágrimas iriam retornar em forma de gratidão e sorriso. Uma senhora estava chorando, sentada sobre o túmulo, e ao receber meu convite, sorriu, quis me abraçar e disse: muito obrigada. Muitas coisas aconteceram neste dia, tentando me impedir de chegar até o local. Mas quando cheguei, meu único intuito era levar vida através de cada cartão entregue.”– Nadia Jara

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here