“Qual o seu maior sonho?” Se você fizer essa pergunta para algumas crianças a resposta, com certeza, envolverá ganhar o brinquedo que todo mundo tem ou até um animal de estimação. Porém, de muitas outras você ouvirá que o maior desejo é ter a família reunida e poder visitar o pai além de um domingo à tarde.

Milhares de crianças brasileiras enfrentam o dilema de ter o pai atrás das grades. São meninos e meninas que crescem longe de uma figura tão importante na vida de qualquer ser humano.

Visando diminuir a saudade e levar esperança para a vida desses pequeninos, os integrantes do grupo Filhos Universal, através do projeto Ômega, separaram uma tarde desse mês (outubro – em que é comemorado o dia das crianças) para entregar presentes, lanches e dividir o conhecimento sobre o poder da fé para os filhos que iam visitar os pais nas penitenciárias de todo o país.

“O projeto Ômega fez do Dia das Crianças uma data muito mais que  especial. Eu posso falar que para mim foi uma experiência maravilhosa, onde vi a alegria no rosto de cada uma delas. Além de presentes, levamos muito amor e carinho”, ressaltou Vitória Helen, líder do projeto Ômega no Brasil.

Detalhes do olhar alegre e do sorriso largo, após receberem os presentes foram captados pelas câmeras dos integrantes do projeto Action. “Para mim, cobrir o evento através de fotografias foi algo único, por que eu pude registrar momentos de alegria das crianças e mesmo com o tempo passando o registro vai ficar para sempre”, contou Ana Raquel Barreto.

“Apesar de estarmos ali para levar um pouco de alegria àquelas crianças, foi inevitável perceber o quanto aquele ambiente as afeta. Muitas tinham os olhares perdidos, enquanto outras possuíam um silêncio devastador… São momentos como este que fazem nosso trabalho fazer sentido…  Somos a luz na escuridão”, disse a mentora do estado Espírito Santo, Cinthia Mesquita.

“Eu nunca tinha feito nenhum trabalho em um centro penitenciário com crianças, e a gente pôde ver que elas não têm noção do que realmente está acontecendo. Algumas estão tristes e nós tivemos a oportunidade de levar para elas atenção e esperança. Nesse pequeno gesto vimos a chance de mudar o dia de cada uma delas”, frisou Dádiva Adorno, líder do projeto Ômega no estado da Bahia.

“Não tem preço ver o sorriso das crianças quando entregamos um kit de doces e o jornalzinho da EBI”, contou Jéssica Pires.

“Lembramos aos pequenos que eles podem ser felizes, sim, juntamente com suas famílias. Basta crerem na Palavra de Deus”, relembrou Diogo Victor.

Quando ganhamos uma criança para Jesus ganhamos uma vida inteira. Nesse dia tão especial mostramos aos pequenos que ao contrário do que a vida tem mostrado, eles podem, sim, sonhar, e com fé, realizar.

“Deixai vir a mim os pequeninos. Não os impeçais, pois deles é o Reino de Deus.” (Marcos 10:14)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here