“Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no DESERTO da Judeia e dizia: Arrependei-vos, porque está próximo o Reino dos Céus.” (Mt 3:1-2)

Talvez você esteja se perguntando porque deixar DESERTO em evidência.
Caro leitor (a), o deserto é uma região que recebe pouca chuva, capaz também de sustentar poucas vidas, algumas vezes, contém depósitos de minerais valiosos. É predominante a habitação de animais pequenos onde tem marcantes adaptações de falta de água, muitos saem a noite e outros passam a vida inteira sem beber água, extraindo-a do alimento que ingerem.
Na palavra de Deus existe um mistério que nem mesmo o mais culto desse mundo pode decifrar, somente aqueles que tem o entendimento espiritual e estão dispostos a procurar esse tesouro. Espiritualmente falando, no deserto é quando extraímos as experiências grandiosas com Deus. Muitos não aceitam ou não entendem porque sofrem e choram ao passar por ele, e com isso acabam desistindo ou se sentindo o menor de todos. Tanto o deserto físico, quanto o deserto espiritual, se assemelham a um só.
Quando acontece é um momento em que recebemos poucas palavras e abraços, somente os fortes conseguem suportar e continuar. Deus não nos coloca em uma batalha em vão.
Os animais desse lugar “seco” se adaptam a falta de água. Com a gente não é diferente, mesmo que pareça que estamos só, devemos buscar forças em Deus e confiar unicamente Nele. É uma oportunidade para o nosso amadurecimento.
João sabia muito bem que no deserto ele acharia os verdadeiros perdidos e os sofridos. Por isso, pregou sobre o arrependimento lá e mostrou a eles onde encontrariam uma saída: a salvação, no Senhor Jesus.
A vitória que você tanto procura está no seu deserto. Está na sua oração, no seu clamor! Não pare de lutar! Não retroceda, não se desespere, mas creia e confie em Deus.
Se você olhar de baixo para cima, o seu deserto é maior do que você, mas se olhar de cima para baixo, você será maior do que ele. Olhe sobre a ótica de Deus!
Até a próxima, juntos na fé!
Bell Ribeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here