A beleza do sertão

Por anos nessas andanças pelo Brasil assisti com tristeza às notícias sobre a seca no Nordeste… Na paisagem apenas o solo seco e aquelas plantinhas sem folha que resistiam ao mais tórrido sol.  Como uma ponta de esperança elas eram usadas para matar a sede e a fome dos animais e garantir que alguns deles pudessem sobreviver a meses de estiagem, mas para muitos, ela era apenas o símbolo da miséria e exclusão.

Nos últimos anos, não sei dizer como e por quem se iniciou, essa plantinha ganhou destaque e virou objeto de desejo dos amantes de decoração. Nesse ano com a escolha do Greenery como a cor do ano, um tom fresco e moderno, a “cacto mania” ultrapassou os limites da vegetação e fez surgir inúmeros objetos com a temática. Mais do que lhe mostrar uma dica de decoração atual, divertida e acessível essa tendência é uma lição sobre nossas escolhas… Não importa a forma como te veem, se não se agradam da aparência que você tem e se não apreciam as coisas que você faz pelos outras, mantenha-se firme em suas convicções…  As pessoas que se mantém imutáveis independente das circunstâncias desfavoráveis cedo ou tarde serão admiradas. E isso só é possível quando internamente há força e vigor, e isso vem de Deus.

“Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto”. (Jeremias 17:7,8)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *