A idade das minhas roupas

Dando continuidade a nossa série, gostaria de trazer uma reflexão sobre a mulher virtuosa:
Provérbios 31:22 diz: “… Seu vestido é de seda e de púrpura.”
 Este é um dos capítulos bíblicos onde mais se descreve características de uma mulher, em todos os sentidos aquela que é mais valiosa que rubis é aqui retratada. O que me chama atenção, é que a narrativa não deixou de fora nem mesmo o tecido e a cor usada por ela em suas roupas; e isso quer dizer muito sabia?!
 Quando falamos de linguagem visual, sabemos que para compor uma boa imagem é preciso pensar em vários aspectos. Já falamos em nosso primeiro post sobre estilo (um desses aspectos), que é o responsável por mostrar um pouco sobre a sua personalidade. Mas quando leio o trecho citado acima em provérbios, vejo através da cor e do tecido, que a mulher virtuosa era uma mulher mais experiente e segura de si, que tinha bom gosto e elegância. Mas como saber tudo isso sobre ela apenas através de duas simples características???
Bem, é isso que a linguagem visual faz! A Seda é um tecido nobre, capaz de mostrar que ela tinha segurança para usa-lo e também um gosto mais refinado na escolha, logo ela não era mais uma jovem cheia de conflitos, e a púrpura é uma cor que remete a prosperidade, nobreza e respeito, mais uma vez nos levando a crer, que aqui está sendo retratada uma mulher já em sua maturidade.
 Agora que você já percebeu o quanto suas roupas podem falar sobre você e até mesmo determinar a sua idade, vou lhe dar algumas dicas para não errar, afinal você não quer parecer mais velha do que é ou passar uma imagem de insegurança e imaturidade não é mesmo?!
 Roupa Ideal para: Acima dos 15 anos
Nessa idade a Jovem já deixou de ser como menina, criança; ela está vendo seu corpo mudar e agora já consegue lidar com mais intimidade com o espelho. Agora ela já é capaz de se vestir sozinha, escolher seu próprio look e até de se maquiar e pentear. Por isso mesmo, muitas tendem a errar nesse momento, no afã de usar todo arsenal que lhe está disponível agora, muitas acabam exagerando, e ao invés de usufruir de todo frescor da idade, acabam parecendo muito mais velhas do que realmente são.
O correto nessa idade é ser criativa, você pode abusar das cores e das estampas, além disso, seu universo lhe permite roupas mais confortáveis, tênis e sapatilhas. Essa idade precisa transmitir vitalidade e juventude, por isso aposte em uma maquiagem leve, que mostre saúde, coisa que sobra nessa fase! Com essas dicas você nunca irá dizer: “Eu era feliz e não sabia…”.
Roupa Ideal para: Acima dos 20 anos
Essa é uma fase em que a Jovem Mulher começa a sentir a pressão das escolhas, ela precisa saber o que vai cursar na faculdade, qual carreira vai seguir… Começa a se planejar para um futuro relacionamento e inclusive já leu o livro Namoro Blindado. Ela está construindo um futuro de sucesso, pelo menos é o que ela espera, e se suas roupas estiverem falando bem dela, garanto que um grande passo será dado.
Nessa fase suas roupas precisam ter mais seriedade, tecidos mais estruturados, mas sem perder o romantismo e a feminilidade, afinal ela precisa se dividir entre estudo, trabalho e lazer. Os tênis aqui já são usados com mais cautela, ela já começa há usar um pouco mais o salto, além disso, seu penteado é pratico, porém arrumado.  Mesmo que em algum momento tenha que transmitir maturidade, ela sabe a dose certa… E jamais se infantiliza!
Roupa Ideal para: Acima dos 30 anos
Ah que fase… Muitos dizem ser a melhor fase da mulher em sua juventude. Ela pode parecer jovem pra ser velha, e velha pra ser jovem (Rsrs). Mas é uma década antes dela entrar na fase da segurança (40 anos), portanto precisa ser aproveitada com sabedoria. Aqui a mulher já tem certa estabilidade, já se descobriu profissionalmente na maioria dos casos, não sofre mais tanta pressão, pois já fez as escolhas mais importantes, e quem sabe aqui ela já esteja lendo casamento Blindado 2.0!
Por isso suas roupas já começam a refletir toda essa alegria, de quem agora sim começa a viver a própria vida. Mesmo que ainda não esteja tão certa de tudo, e tão segura assim, mas ela já sabe bastante sobre si mesma, por isso suas roupas permeiam entre o clássico e o moderno, não tem medo de ousar às vezes, mas nunca parece vulgar! A necessidade de se exibir e se afirmar aqui já não existem mais. Ela sabe como um usar um bom blazer, mas também um colete moderno; ela usa pantalona no trabalho, mas quando passeia em boa companhia ela sabe usar um vestido leve de cores claras; mas se precisar que ela demonstre sua força, lá vem ela com seu tubinho preto básico, muito bem acabado e com acessórios elegantes, afinal ela é Discreta!
 
E assim vamos evoluindo, sabendo desfrutar de cada fase e aprendendo a viver melhor cada uma delas.
Afinal já dizia Chanel: Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a Mulher.
Eu digo: Vista-se com discrição e notarão sua essência!
 Até o próximo post…
Colaborou: Cinthia Mesquita de Lima]]>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *