Oi oiii meu povo lindo!

Buscando sobre curiosidades, e querendo trazer um pouco mais de cultura para vocês, resolvi procurar desvantagens… E essa semana, vi 9 desvantagens de Curitiba! “Alô pessoal de Curitiba, tamo junto. :P ” 

Acho lindo Curitiba, e quero conhecer Curitiba! Afinal, quem não quer conhecer a cidade modelo? Morar em Curitiba é o sonho de muitas pessoas, a necessidade de outras ou simplesmente pode apenas acontecer… Mas como em todo o lugar, tem desvantagens, Curitiba não seria diferente. E não é que achei 9 desvantagens desse lugar perfeito? :O :O #chocada

Se lá tem 9, nem quero saber quantas desvantagens tem o Rio. sahushausha. Ta, parei. :P Te amo Rio, sou carioca e é isso ae. hxusahxuas

Anyways, aqui a zuera ends sim, então vamos para o que realmente interessa!

2152224736_8f52c069f1_b

  • Então bora ver:

 

1 – Curitiba não é 24 horas.
A maioria do comércio aqui fecha por volta das 20hrs. Temos 2 supermercados 24 horas na cidade e apenas as farmácias Nissei ficam abertas durante a noite. E não é qualquer uma. Se você quiser uma padaria para bater aquela boquinha de madrugada, você terá que ir ao centro. Diferente de São Paulo, Curitiba não é 24 horas.

2 – O tempo em Curitiba é louco sim.
Mas quem vem de São Paulo já está acostumado com essa inconstância climática. Assim como São Paulo, Curitiba tem as quatro estações em um único dia. A diferença é que aqui a temperatura realmente cai quando esfria. De dia pode estar um solzão de 30ºC, à noite isso cai pra 13ºC! E para aqueles que são sensíveis à mudanças de tempo, recomendo muito suco de laranja! ;)

3 – Tem assaltos, homicídios e roubos de carro.
Hoje em dia qualquer grande capital do Brasil tem a famosa violência urbana. Por que aqui seria diferente? Aqui temos roubos, furtos, assassinatos, roubos de carro, assaltos à restaurantes, bombas em caixas eletrônicos e todo o resto que a etiqueta violenta pede. Mas temos em menor quantidade, claro. A maioria dos assassinatos aqui acontecem por conta de dívidas de drogas ou briga de gangues. Se você é uma pessoa da paz, não se envolve com coisas desse tipo, sua chance e sobreviver é de uns 90%. Se você vem de São Paulo ou do Rio de Janeiro, então você vai tirar nota 10 no quesito “cuidados diários”. Todo o cuidado que você tem na sua cidade, você terá aqui e isso será o suficiente! ;) Ah! Em Curitiba não temos sequestros relâmpagos! Já é uma grande coisa, não?! =D

4 – Os curitibanos são sim mais fechados, mais frios e…
…mais europeus! A colonização dessa cidade foi feita principalmente por alemães e poloneses e assim como seus antepassados, os curitibanos são mais reservados. Você não vai cruzar com pessoas cheias de sorrisos para ti e também nem sempre vai se sentir bem vindo. Mas não se preocupe, isso é só uma primeira impressão, depois isso muda! A minha primordial dica é: quem fala o que quer ouve o que não quer. Então tente guardar as piadas pra quando você for mais íntimo das pessoas. E se você for mulher, acredite, chamar os amigos de “amor”, “querido”, “lindo” ou “linda” não é recomendado. Sempre vão achar que você está dando em cima de todo mundo, mas isso até se acostumarem com o seu jeito e perceber que você é assim com todos.

5 – Os bairros são famosos pelo tipo de estabelecimentos que eles possuem.
Se você está procurando por móveis, vá ao Portão. Se você quer carros ou peças de carros, vá ao Prado Velho. Se você quer perfumarias, vá ao Centro. Se você quer baladas e lanchonetes, vá ao Batel. Se você quer indústrias, vá ao CIC (Cidade Industrial de Curitiba – sim, é um bairro). São raros os bairros que tem tudo em um lugar só. Isso facilita, mas também dificulta, porque as coisas que você precisa não está a uma quadra da sua casa.

6 – Tem trânsito e nem sempre a engenharia de tráfego é boa.
Curitiba esqueceu de crescer seguindo a quantidade de carros que rodam por ela. Nas principais avenidas da cidade você vai encontrar muito trânsito nos horários de pico. A vantagem é que é só nos horários de pico, mas eles existem. E pra piorar Curitiba não tem um CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) como São Paulo. Às vezes eu chego a pensar que quem cuida do tempo dos semáforos e quem viabiliza quais são as principais vias nos horários de pico, são os filhos dos responsáveis pelo trânsito. Sabe quando parece que não tem senso nem sincronia? É assim que me sinto pegando a Av. Mal. Floriano Peixoto às 6 da tarde!

7 – Falta policiamento e estacionamentos nos principais pontos turísticos.
Se você fizer um passeio pelo Jardim Botânico, Parque Tanguá, Ópera de Arame, Parque Barigui, etc., você não irá encontrar sequer um policial ou guarda municipal nesses lugares, com sorte encontrará 1. Exceto se for um dia de evento. Sobre os estacionamentos, nem todos os pontos turísticos tem essa carência, mas para visitar o Jardim Botânico você vai rodar pelo menos umas 20 vezes naquele micro estacionamento para encontrar uma vaga.

8 – As marcas são locais e alguns produtos são quase impossíveis de encontrar… …isso quando eles chegam até aqui.
Um passeio pelo supermercado vai te mostrar que Curitiba tem muito orgulho dos produtos que o seu estado produz e acaba esquecendo de trazer várias marcas legais pra cá. Por exemplo, aqui é quase impossível encontrar o chocolate “Stikadinho”, que eu adoro! Ou shampoos da “Eh!”. Sem contar que na linha de leites, por exemplo, 90% das marcas são locais e fica aquela dúvida na hora de escolher qual o melhor. Isso vale para o café, o arroz, o feijão e por aí vai! Ah! E aqui não tem Starbucks, o que eu considero uma audácia! rs

9 – Não ensinaram para o prefeito o significado da palavra “recapeamento”.
Eu costumo dizer “tem alguma rua nesse buraco”, porque tem ruas, e até mesmo bairros inteiros, que são impossíveis de trafegar. Posso até dizer que aqui a geometria e alinhamento é item mensal obrigatório! A vontade que tenho é de escrever uma carta mal humorada para a prefeitura dizendo que não pagarei mais imposto nenhum sobre o meu veículo enquanto eles não deixarem as vias, pelo menos, trafegáveis. Mas é claro que não adiantaria de nada. Eles podem esquecer de recapear as vias, mas vai a gente esquecer de pagar impostos…

 

www.prasemprejuntos.wordpress.com

Gabriella B.

Se conecte comigo!

Email: gabrielabezerra@filhosuniversal.com

Twitter: https://twitter.com/Gabriellabz
Facebook: fb.com/gabriellabz
Instagram: @gabriellabz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here